Uma aventura da psicopictografia sonora

É o primeiro trabalho do percussionista que mistura elementos visuais e
música transcendental

Luciano Ladeira apresenta em seu primeiro trabalho o resultado das suas excursões e incursões ao universo de possibilidades materiais e imateriais. O percussionista extrai notas sonoras de instrumentos nada convencionais como torneiras, freio de carro, vidros de remédio, etc..., mesclando composições de world music com desenhos e ilustrações feitas pelo próprio artista.
 

Sua música viaja por influências como a boa música mineira (leia-se Clube da Esquina), músicas tribais, ritmos indígenas, além de fortes nuanças de jazz, new age e baladas.
 

Entre os destaques estão a sonora e belíssima “Canção da Vida”, a suite “Tubarão Azul e Rosa”, a tranqüilizante “Floral” e a faixa-título “Sinais”, que procura traduzir toda a atmosfera do disco.

Luciano Ladeira

Vozes, violões, flautas, contrabaixo, bateria, percussões e teclados

 

Marcos Fló

Contrabaixo acústico em “Dois Corações”

 

Daniel Lemos

Marimba em “Nova” e “Dois Corações”

 

Igara Paquola

Rabeca em “Tubarão Azul e Rosa” e “Dois Corações”

Produzido por Luciano Ladeira

© 2021 The Progressive Mob Productions