2006 MASC.jpg

UMA JORNADA ALÉM DAS SETE NOTAS MUSICAIS

Compositor mescla erudito e popular em busca de sua essência musical

Em seu quinto trabalho, Luciano Ladeira aposta na sonoridade de um quarteto imaginário onde ele mesmo toca todos os instrumentos. Sua busca pela “essência da música” e a escolha por instrumentos acústicos - piano e violão - conferem sofisticação aos arranjos e dão um tom jazzístico às suas composições progressivas.
 

O álbum mescla momentos instrumentais que lembram Hermeto Pascoal, Dave Brubeck e Herbie Hancock, com letras engajadas e poéticas que falam da nossa relação com a natureza, remetendo de leve a Milton Nascimento, Chico Buarque e Djavan.
 

Entre os destaques estão “Muda O Rio” e “O Que Será” - duas longas peças divididas em três partes cada - e as belíssimas “Curandeira” e “Trapezista e Furacão”, que resgatam o estilo cancioneiro do artista.